domingo, 22 de fevereiro de 2015

08 - CIDADANIA * Montemaior





Nós somos, por condição,

todos de Montemaior!

Aqui, dizemos que não

a quem renuncie ou chore.



Somos de Montemaior

e, com olhos de quem vê,

conhecemos o porquê

de quem nos negue ou ignore.



Conjugámos, clandestinos,

o verbo da identidade,

quando havia outros destinos

recusando a claridade.



Se não libertos dos amos,

em que liberdade estamos?






José-Augusto de Carvalho
Recuperando textos antigos
Alentejo, 22 de Fevereiro de 2015.

Sem comentários: