domingo, 14 de outubro de 2007

06 - ROMANCEIRO * Ontem e Hoje



Hoje é o tempo que tenho.
Hoje é o tempo que sou.
Sou o tempo que encontrou
o meu tempo, que sustenho
na certeza dos meus passos,
no calor dos teus abraços.

Diverso outro tempo tive
do tempo sempre em viagem.
Trago o tempo na bagagem
enquanto o tempo em mim vive.
Salto no espaço, sem rede...
Mergulho num mar de sede!

Rasgo os longes de infinito!
Ninguém sufoca o meu grito!

José-Augusto de Carvalho
7 de Outubro de 2002.

Sem comentários: