domingo, 30 de novembro de 2008

06 - ROMANCEIRO * Nunca mais!





Agora vou e nunca mais hesito.
Agora vou rasgar o meu caminho.
Agora vou abrir ao infinito
as grades da gaiola deste ninho.

Irei além de mim e do interdito,
gritando que este mundo em desalinho,
ainda que sufoque este meu grito,
terá de abrir à Vida outro caminho!

Não mais os campos nus e abandonados!
Não mais aneis em volta da cidade
onde vegeta a fome e os deserdados!

Não mais um mar vazio de ansiedade
e barcos à deriva naufragados,
apodrecendo aos pés da indignidade!




José-Augusto de Carvalho

29 de Novembro de 2008.
Viana * Évora * Portugal



Sem comentários: