sexta-feira, 10 de junho de 2016

02 - POESIA VIVA * Rumo ao Futuro




Meus olhos mergulham fundo

na lonjura que me ganha!...

Não há fronteiras no Mundo!

Ninguém vive em Terra estranha!



José-Augusto de Carvalho
Excerto do poema "Paissgem"

Sem comentários: